Poemas

Pra

Lua

 
  
 Ruben Alves Vieira

 

 

Biografia

 


 Nascido em Arvorezinha - RS
 Publicou as seguintes obras:
 POESIA XUCRA - Editora Berthier
 PAGO E CANTO -  Editora Berthier
 VERSOS DE UM PAJADOR - Editora Berthier
 OUTRO CANTO - Editora Berthier
 CHARLAS DA VIDA - Ed. Imprensa Livre
 OUTRO MATE - Ed. Berthier
 O SOL DO AMANHÃ - Editora Gesp - Obra ganhadora do Selo de Qualidade e
 Autenticidade no Tradicionalismo - ISO TCHÊ

 

 

 

*   Poemas  *

 

 

SENTIR AMORES

 

De que adianta sentir amores,

Pela beleza das flores

E a majestade da lua.

De que adianta

Se entregar em carinhos

E se perceber tão sozinho

Sem a carícia sua.

Somente adianta

Viver no amar

E poder se encontrar

Envolto em calor

Onde o sonho é real

E você Deusa Angelical

É minha Rainha de amor.

 

 

* * *

 

 

SAIBA

 

Pra que saiba

Que mesmo nublado o dia

Existe um sol.

Que mesmo o silêncio

Entoa uma canção.

Que mesmo a distância

Se resume na união.

Que mesmo a saudade

Intensifica a paixão.

E se falarmos de flores

De perfumes e cores

Falarei de você.

Falarei com saudade,

Com amor de verdade

Que faz o sol sempre nascer.

Pra que saibas

Que jamais irei lhe esquecer.

 

 

* * *

 

 

UM SEGUNDO

 

Para mim

Um segundo de sua voz

É uma sintonia romântica

Uma réstia de seu olhar

É a luz brilhante do dia

Um toque dos seus dedos

É a carícia mais gostosa

Um abraço do seu corpo

É a eternidade de um amor.

 

 

* * *

 

 

TALVEZ

 

Talvez meus poemas

Com temas

De saudade e amor,

Não mais se traduzam

No perfume da flor.

Mas em cada palavra

Transporta ternura

Essência e calor.

Talvez um só gesto,

Um ato,

Até mesmo um olhar

Seja mais que um poema

E possa expressar

O sentimento mais forte,

Na franqueza de um coração

]que vive a lhe amar.

 

 

* * * 

 

 

UMA FLOR

 

Quis dar uma flor

Para o meu amor.

Então

Procurei a mais bela

Em perfume e cor.

Vi que era pouco

E colhi um buquê.

Ao sentir a fragrância

Lembrei de você.

O buquê era pouco,

Pois, muito mais merece

E busquei a Primavera inteira

Que harmoniosa floresce.

Mas, a flor mais bela

Eu só pude encontrar

Em seu porte de Rainha,

Que está a embelezar

E a fragrância do seu corpo

Faz meu corpo delirar.

E a ternura de sua alma

Faz minha alma lhe amar.

 

 

* * * 

 

 

MARCA

 

A tive em meus braços

Como Deusa,

Princesa e Rainha

E foi tão somente minha

Num momento de amor.

O seu cheiro de flor

Permanece em mim

O seu gosto e calor

São o néctar do meu paladar.

Sua voz doce,

O sorriso nos lábios

Estão a me embriagar

E este momento mágico

De uma grande paixão

É uma marca eterna

Em meu coração.

 

 

* * *

 

  

QUANDO NÃO BASTA

 

Quando um beijo não basta,

Quando um afago não chega,

É porque o coração deseja

Energia para bater.

Quando a saudade sufoca

E a lembrança provoca

Momentos para viver,

Um toque é pouco

Pois a volúpia do corpo

Só se abranda  no prazer.

E o mundo se desfaz

Neste momento que nos traz

Uma razão para querer

Querer o infinito

O eterno sem fim,

Querer teu sorriso

Só para mim...

 

 

* * * 

 

 

POR EXISTIRES

 

Obrigado por existires

Em minha vida.

Assim,

Te vejo na beleza das flores.

Te sinto

No perfume da Primavera.

Te admiro

Na realeza da lua,

E na energia do sol.

Te encontro

Mesmo estando distante

E tua voz abranda minha alma,

Enchendo-a de paz.

E teu toque

Faz no meu corpo

Mesclas de ternura e carinho,

Amor e prazer.

Assim te encontro

Em toda parte,

E dentro de mim...

 

 

* * *

 

 

ECLIPSE

 

Uma manhã o sol

Não apareceu.

Seus raios de luz

Foram ofuscados

Por uma neblina

E o tempo ficou sem graça.

Era Primavera

E as flores

Perderam o brilho

E as cores.

O dia ficou triste

Os pássaros emudeceram

As borboletas desapareceram

E os olhos pararam

De brilhar.

Eis que então

Uma força maior

Da Deusa da noite

Resolveu intervir.

E a Lua prateada

Senhora das madrugadas

Faria o Sol

Novamente sorrir.

E num momento mágico

De amor desigual,

Se uniram dois astros

No eclipse total.

E a energia da Lua

Tomou conta do Sol,

Renovando as forças

Neste momento maior

Foi imensa a magia

Que fez o sol

Novamente brilhar,

Para clarear novos dias

E à Lua

Sempre amar...

 

 

* * *

 

 

ETERNO

 

Quando abracei teu corpo

E te envolvi com carinhos

Para dançarmos.

Queria que fosse eterno

Quando beijei teus lábios

Envolvido em ternura.

Queria que fosse eterno

Quando nossos corpos

Se encontraram num só.

Queria que fosse eterno

Quando teus olhos

Fitam os meus

Falando comigo.

Queria que fosse eterno

Nossos momentos.

São momentos maiores,

Mas existe algo

Que sempre será eterno,

O amor que sinto por ti...

 

 

* * * 

 

 

À LUA MINGUANTE

 

Posso ser teu Sol

Nas manhãs primaveris.

Posso ser um sonho

Numa noite de verão.

Posso ser a chuva

Na tarde de outono.

Posso se o afago

De um momento com ternura.

Posso ser um poema

Contigo de tema.

Posso ser tudo,

Mas, quero ser eu

Para trazer-te

Momentos de eterna felicidade

E envolver-te

Num sentimento maior,

Mais

Que meu próprio coração.

 

 

* * *

 

 

ENTRE FLORES

 

É bom olhar-te

E te imaginar

Entre flores no jardim.

Ainda sinto teu perfume,

Teu toque,

Teu calor junto de mim.

Vou viver no sonho

Pra aquecer meu coração,

Meu amor e paixão

Jamais terá um fim.

 

 

* * *

 

 

PROCURA

 

Se eu procurasse por você

Encontraria seu perfume

Nas flores de primavera.

Encontraria a ternura

No sorriso de seus lábios,

Encontraria as estrelas

No brilho do seu olhar.

Encontraria a lua

Na beleza de seu corpo

E o Sol estaria então

Dentro de seu coração.

 

 

* * *

 

 

ÚLTIMO POEMA

 

Foi o último poema

Que falava do sol,

Da lua,

Do mar,

De amores.

Para lembrar de perfumes,

De toques,

De olhares,

De flores,

Mas,

Veio a chuva

Para se entranhar na terra

Tentando marcas apagar.

Um córrego de águas

Desceu querendo levar

Pra muito longe a imagem,

Que sempre irei guardar,

Pois, ela estará

Na beleza da Lua,

No perfume da flor,

Nas ondas do mar

E na sinfonia do amor.

Foi o último poema...?

 

 

* * *

 

 

O ÚLTIMO BEIJO

 

O último beijo

Ainda permanece em meus lábios

Com o gosto dos seus,

Como se fosse

O calor da bomba

Da cuia de chimarrão.

O último beijo

Trouxe em volta de mim

A harmonia das flores,

Levando a primavera

Para o meu coração.

Mas ficaram saudades,

Recuerdos na lonjura

De uma Deusa e criatura,

Sinônimo de paixão.

O último toque

É uma promessa que outro

E muitos mais virão

Pra afagar o meu corpo,

Que se completa no seu

Numa harmoniosa união.

Assim

O beijo não se desfaz,

O toque ainda permanece

Tão reais

Que se transformaram em poema

De sublime inspiração.

 

 

* * * 

 

 

DISTÂNCIA

 

Entre o Sol e a Lua

Existe um mar,

Um oceano de águas profundas,

Mas,

O Sol aquece esta água

Para que a Lua

Venha nela banhar-se

E deixar uma linda imagem

De Rainha e Deusa.

O Sol vai embora

Quando o dia findar,

Para que a beleza da lua

Possa novamente imperar.

Mas, sempre deixará

Seu calor

Para sua amada se aquentar,

Restando a ele

As lágrimas da saudade

Que a distância faz brotar.

No entanto

Na linha do horizonte

Dois olhos distantes,

Mareados

Estão sua Deusa a amar...

 

 

* * *

 

 

VERSO PRA LUA

 

Eu fiz um verso pra lua

Foi numa noite de verão

Entre notas afinadas

Brotaram partituras do coração.

Tive uma orquestra de estrelas

Na nossa constelação

Todas fascinadas pela Deusa

Do mais romântico clarão.

 

Na linha do horizonte

A figura do pajador

Cantando versos pra lua

O poeta e sonhador,

Refletindo no brilho do olhar

A intensidade do amor.

 

O tema traduzido em palavras

Invitava primavera e flores

Em oferenda na noite

Pra essa Deusa de amores

Que na penumbra do lume

Dava outro tom às cores

E se transforma em poema

Inspiração pros pajadores.

 

 

* * *

 

 

SE EU QUISESSE

 

Se eu quisesse

Falar das estrelas,

Lembraria do brilho

Que existe em teu olhar.

Se eu quisesse

Falar de flores,

Lembraria da fragrância

Do seu corpo a perfumar.

Se eu quisesse

Falar da ternura,

Lembraria de teus lábios

Sorrindo a alegrar.

Se eu quisesse

Falar de sinfonias românticas,

Lembraria da harmonia

De tua meiga voz a falar.

Se eu quisesse

Falar do amor,

Lembraria de teu coração

Que estou a amar.

Por isso neste dia

Além de lembrar

Te ofereço,

As estrelas,

As flores,

A ternura, sinfonias românticas

E,

Amor.

Parabéns...

À Lua mais bela.

 

Do Sol.

 

 

* * *

 

 

VALE A PENA

 

Vale a pena

Olhar os campos

E ver a beleza das flores.

Vale a pena

Mergulhar no noite

E contemplar a Lua

Que brilha com esplendor.

Vale a pena

Fechar os olhos

E sonhar com amor.

Vale a pena

Amar-te mais que a mim,

Mnesmo às vezes sintindo dor.

Vale a pena

Sofrer por ti,

Pois, estás dentro do meu coração.

És o ar que respiro,

A essência de minha vida

E a mais bela paixão.

 

 

* * * 

 

 

FIQUEI

 

Fiquei com teu cheiro

Em minha mão.

Com teu sorriso

Em minha mente.

Com o brilho do teu olhar

Em minha retina.

Fiquei contigo no coração.

Eu fecho os olhos

E vivo intensamente

Nossa louca paixão.

 

 

* * *

 

 

POSSO

 

Posso

Não tocar seu corpo,

Sentir seus lábios,

Seus abraços

Em um momento

De sublime ternura.

Mas, sempre

Ouvirei sua voz,

Olharei seus olhos

E a contemplarei

Mesmo na distância.

E durante a saudade

Tomarei em minhas mãos

Uma flor.

Fecharei meus olhos

E a terei comigo.

Sentirei seu perfume,

Seus abraços apertados,

O calor do seu corpo

E o doce de seus beijos.

Me abrandarei

Com seus carinhos

Em meu corpo,

Com seus murmúrios

Em meus ouvidos.

E neste mundo

O Sol e a Lua

Sempre estarão

Em um eclipse total...

 

 

* * * 

 

 

SOBRAS

 

Sobrou-me o vento para beijar

E nele encontrar seus lábios,

]seu perfume trazido pela brisa.

Não sobrou um lugar

Para poder lhe encontrar

E ouvir seu adeus.

Sobrou para mim

Momentos de eterno amor

Que jamais se apagarão.

Sobrou para mim

A tristeza nos olhos

E a dor no coração.

Sobrou para mim

Somente a Lua distante

No infinito e na escuridão,

Mas, vou sempre lhe amar

Mesmo após da separação.

E viver em outro mundo

Onde a fantasia

É a pura realização

E do início ao fim

Sonhos não são em vão.

Jamais lhe direi adeus

E vou amar à distância.

Espero que sejas feliz

Muito mais do que eu,

Que carrega por inteiro

Um amor que não morreu.

 

 

* * * 

 

 

QUIS SER

 

Quis ser

Um dia teu Sol

Para clarear caminhos,

Fazer-te carinhos

Com meus raios de luz.

Sendo o Sol

Seria eu tua fonte de energia

Que daria cor ao dia

E faria tua beleza

Se irmanar à flor.

Minha energia

Buscaria em teu coração

A razão para um novo dia

E em cada despertar

Te acordaria do sonho,

Que à noite viveste.

Então eu vi

Que és minha Lua

E por estares distante,

Eu o Sol

Vivo por entre nuvens

À espera de poder

Encontrar-te

Num eclipse total,

Para desfazer meus sonhos

E te afagar

Deus angelical...

 

Tudo é bonito em você

Até a luz do seu olhar

Me dá prazer,

Vontade de amar.

 

Sabe.

Quando me pego pensando em ti,

te vejo nas flores,

no canto dos pássaros

no brilho das estrelas,

na luz do dia.

Mas,

estou à distância

e os sonhos,

as fantasias,

os desejos

invadem minha mente

e,

me fazem viajar

por um mundo encantado.

Talvez

esse mundo

fique tão somente

em meus recuerdos

e lonjuras.

mas sei que vale a pena

viver esses momentos.

Nem que seja

pra olhar a flor

ouvir os pássaros

admirar as estrelas

e sonhar com o dia...

 

Às três da Manhã

Se porventura

teu relógio vital

despertar às três da manhã,

não percas tempo,

procure teu tempo.

Como achá-lo?

Te achando primeiro...

Olhe as estrelas

que brilham no infinito,

elas possuem o brilho

do teu olhar,

ouça os ruídos da noite

perceba a harmonia

da natureza noturna

ela possue

o timbre de tua voz,

sinta o perfume que brota dos jardins

embriagando o nosso ser,

ele tem a essência do teu corpo.

Te encontraste?

Não?

Então entres pelo mundo

dos sonhos,

caminhes até encontrar

um jardim florido.

Encontrou?

Aí tu estás

como uma flor

de pétalas aveludadas

de perfume embriagante

de beleza ímpar...

 

 

* * *

 

 

ESSES MOMENTOS

 

A gota da chuva

Acaricia suavemente

As pétalas aveludadas

Da flor perfumada.

O brilho do sol

Traz na manhã

Energia para a vida

E inspira

A sinfonia afinada

Dos pássaros.

A beleza da lua

Que sobressai

Ao brilho das estrelas

Leva ao coração

O tema da poesia

Mais bela de amor.

São esses momentos

Que se transformam

No gosto de seus beijos

No brilho de seus olhos

E no seu toque de ternura.

São esses momentos

A verdadeira energia

Para o meu viver

Que se transformam

No mais intenso amor...

 

* * *

Contato

Recomendar

Webmistress

GuestMap

 

Retornar

 

 

 

 

Copyright © 2003- Flori Jane WebPage

Todos os Direitos Reservados


 
 

 

 

Ruben Alves Vieira

 
 

'Poemas Pra Lua'

 
 

Aguarde o carregamento da página

~ * ~ Obrigada por prestigiar o Flori Jane WebPage ~ * ~
~ * ~ Ruben Alves Vieira ~ * ~