A Bela Adormecida 

Adaptada para animação por

Walt Disney

 

Vá clicando na imagem e faça uma boa a leitura.

 

 

1

Em uma terra distante, há muito tempo atrás, o rei Stefan e sua bela rainha desejavam muito uma criança. Finalmente, tiveram uma filha a quem deram o nome de Aurora.

 

Em homenagem à princesinha-bebê, o rei ofereceu uma grande festa. Os nobres e os camponeses, os cavaleiros e suas damas, todos reuniram-se alegremente no castelo para comemorar o nascimento da princesinha Aurora. 

 

O rei Stefan deu boas-vindas a seu  bom amigo, o rei Hubert, que tinha trazido seu filho mais novo, Phillip, com ele. Os dois reis concordaram que algum dia Phillip e Aurora se casariam.

 

 

2

Entre os convidados havia três fadas, Flora, Fauna, e Primavera. 

 

Cada uma delas desejava abençoar a princesa com um presente. 

 

Acenando sua varinha mágica, Flora fez um encantamento: "meu presente será o presente da beleza." 

 

"E o meu," disse Fauna, "será o presente da canção."

 

3

 

A vez de Primavera era a seguinte. Mas antes que ela  pudesse falar, as portas do castelo foram bruscamente abertas. 

 

Um relâmpago brilhou, um trovão ressoou.

 

Uma chama minúscula apareceu e cresceu rapidamente no formato da bruxa  Malévola. 

 

Seu animal de estimação, um corvo, estava pousado em seu ombro.

 

4

Malévola estava furiosa porque não havia sido convidada para a festa.

 

Agora ela teria a sua vingança. "Eu também tenho um presente para a recém-nascida"  disse ela maliciosamente. "Ela crescerá certamente no graça e na beleza. Mas antes que o sol se ponha em seu décimo sexto aniversário, picará seu dedo no fuso de uma roca... e morrerá!"

 

Com um riso cruel, a bruxa desapareceu. 

Todos os presentes ficaram profundamente impressionados e desgostosos.

 

5

Mas Primavera tinha ainda um presente a dar, e tentou desfazer o feitiço de Malévola. 

 

Disse à criança: "Se com a magia desta bruxa um fuso picar seu dedo, não na morte, mas apenas no sono, essa fatal profecia a manterá. E deste sono você acordará quando o beijo do amor verdadeiro esse encanto quebrar."

 

6

O rei Stefan ordenou  que cada roca existente na face da terra  fosse queimada. Mas mesmo assim, ele temia o encantamento da bruxa, e desse modo, as fadas boas elaboraram um plano. 

 

Elas levariam Aurora para viver com elas, bem  escondido na floresta. Lá, a princesinha estaria segura, a salvo de Malévola até seu décimo sexto aniversário. 

 

O rei e a rainha concordaram. Ficaram observando, com os corações pesados, enquanto as fadas se retiravam apressadamente do castelo, carregando a princesa-bebê.